Assessoria de Relações Internacionais

Perguntas Frequentes

Intercâmbio PUC Minas

1) Quais são os tipos de programas de intercâmbio da PUC Minas?

2) Quais são os pré-requisitos para um estudante participar do intercâmbio da PUC Minas?

3) Quando ocorrem as inscrições para os programas de intercâmbio da PUC Minas?

4) Quais são as etapas do processo seletivo para um intercâmbio acadêmico através da PUC Minas?

5) O conhecimento do idioma do país de destino é obrigatório?

6) Quais os custos envolvidos no programa de intercâmbio da PUC Minas?

7) Onde ficarei hospedado durante meu intercâmbio?

8) Onde posso obter informações sobre passaporte, vistos e documentos necessários para viajar para o exterior?

9) Posso trabalhar enquanto estudo no exterior?

10) Existem possibilidades de intercâmbio para a Pós-Graduação?

Convênios Internacionais

11) Com quais países e universidades a PUC Minas mantém convênios acadêmicos?

12) Quais os procedimentos para firmar um novo convênio acadêmico entre a PUC Minas e uma universidade estrangeira?

Outras opções de estudos no exterior

13) É possível iniciar um curso na PUC Minas e terminá-lo no exterior?

14) Pretendo estudar em uma universidade estrangeira que não tem convênio com a PUC Minas. Em que a Assessoria de Relações Internacionais pode me ajudar?

15) Qual a política da PUC Minas em relação aos programas de “Work & Travel”?

Bolsas de estudos

16) A PUC Minas oferece alguma bolsa para estudo no exterior?

17) As universidades conveniadas com a PUC Minas oferecem bolsas de estudo?

Tradução de documentos

18) Preciso traduzir documentos. O que devo fazer?

Estudos de idiomas

19) Quais os convênios para estudos de idioma no Brasil? E no exterior?

Revalidação de diploma estrangeiro

20) Como se dá a revalidação, no Brasil, dos diplomas de graduação e pós-graduação expedidos por universidade estrangeira?

21) A revalidação do diploma ou certificado de estudos de nível superior realizados no exterior é suficiente para o exercício da profissão no Brasil?

Ex-alunos PUC Minas

22) Sou ex-aluno da PUC Minas e quero realizar estudos no exterior. Em que a Assessoria de Relações Internacionais pode me ajudar?


» Topo

Intercâmbio PUC Minas

1) Quais são os tipos de programas de intercâmbio da PUC Minas?

A PUC Minas, por meio da SEPLAN/Assessoria de Relações Internacionais, oferece as seguintes oportunidades:

  • Programas de Mobilidade Acadêmica: Convênios bilaterais de caráter internacional, existentes entre a PUC Minas e uma instituição estrangeira, com objetivo de estudos ou realização de pesquisas. Por meio desses programas, alunos da PUC Minas poderão cursar um semestre de estudos no exterior, em uma de nossas universidades parceiras. Da mesma forma, alunos estrangeiros poderão realizar intercâmbio acadêmico na PUC Minas.

  • Programa de Estudante-Convênio de Graduação (PEC-G) e Pós-Graduação (PEC-PG): constitui um dos instrumentos de cooperação educacional que o Governo brasileiro oferece para estudantes originários de países em desenvolvimento, especialmente da África e da América Latina. A PUC Minas oferece, anualmente, 6 (seis) vagas para graduação e, aproximadamente, 15 vagas (quinze) para pós-graduação.

A Assessoria de Relações Internacionais também promove a divulgação de bolsas de estudos e programas de curta-duração que possam ser do interesse dos alunos, professores e funcionários.

» Topo

2) Quais são os pré-requisitos para um estudante participar do intercâmbio da PUC Minas?

 

Para participar do processo de seleção de intercâmbio da PUC Minas, o aluno precisa atender aos seguintes pré-requisitos:

  • Ter alcançado média geral igual ou superior a 70 nas disciplinas cursadas até o momento da inscrição;
  • Estar regularmente matriculado em algum curso de graduação na Universidade;
  • Para alunos regulares: estar cursando entre o 2º e o 6º períodos (dos cursos de 8 períodos) e entre o 2º e o 8º períodos (dos cursos de 9 ou 10 períodos) no momento da inscrição;
  • Para alunos irregulares: ter cursado entre 10% e 65% de sua definição curricular;
  • Possuir nível intermediário ou avançado do idioma em que as aulas serão ministradas;
  • Ter condições financeiras para arcar com as despesas correntes implicadas no programa;
  • Seguir as instruções previstas no edital publicado anualmente pela SEPLAN/Assessoria de Relações Internacionais.

Para se inscrever, será necessário apresentar a seguinte documentação: 

  • Curriculum Vitae atualizado;
  • Carta de intenções (com, no máximo, 1 lauda) indicando as motivações que levaram o estudante a se inscrever para o processo seletivo de intercâmbio;
  • Uma foto 3x4;
  • Comprovante de pagamento da taxa de realização da prova de proficiência em idioma estrangeiro OU certificado de proficiência (caso o aluno já possuir) – candidatos para as vagas em Portugal não terão que realizar teste de proficiência;
  • Termo de Ciência assinado – o documento estará disponível no site da ARI.

Os programas de intercâmbios internacionais têm exigências diferentes uns dos outros. Fique atento aos editais para conhecer o nível de proficiência exigido por cada uma das universidades!

É muito importante que o aluno leia todas as informações do Edital com atenção para conhecer os requisitos e não ter sua inscrição prejudicada por falta de informação. Alunos que apresentarem a documentação incompleta não terão sua inscrição validada.

» Topo

3) Quando ocorrem as inscrições para os programas de intercâmbio da PUC Minas?

O edital de intercâmbio da PUC Minas é publicado, anualmente, em setembro. Após a divulgação do edital, os alunos possuem um mês para prepararem sua inscrição, que deverá ocorrer em outubro, na data divulgada no edital. A inscrição ocorrerá por meio da entrega da documentação exigida na Assessoria de Relações Internacionais.

Os alunos que se inscreverem em outubro poderão realizar intercâmbio no segundo semestre do ano seguinte, ou no semestre posterior a esse. Por exemplo, aqueles que se inscreverem em outubro de 2018, concorrerão às vagas para o 2º semestre de 2019, ou 1º semestre de 2020.

» Topo

4) Quais são as etapas do processo seletivo para um intercâmbio acadêmico através da PUC Minas?

Após lançamento do Edital, que acontece anualmente em setembro, são abertas as inscrições para o processo seletivo, que se dá em três etapas:

  1. Análise de documentos: nesta etapa, a SEPLAN/ARI verifica se o candidato apresentou toda a documentação exigida e se ele se enquadra em todos os critérios estabelecidos no edital. Essa etapa é eliminatória, portanto, leia o edital com muita atenção e confira a sua documentação antes de se inscrever.

  2. Avaliação da proficiência em idioma estrangeiro: com exceção dos alunos que desejam se inscrever apenas para as vagas de Portugal, todos os candidatos deverão atender ao nível de proficiência exigido pela universidade para a qual está se candidatando (checar no edital qual o nível exigido por cada universidade). Os alunos possuem a opção de apresentarem um certificado oficial de proficiência (caso já tenham realizado a prova), ou realizarem o teste em uma de nossos parceiros em data pré-determinada: o exame de inglês é realizado no ICBEU, de espanhol no Instituto Cervantes, e de francês na Aliança Francesa.

  3. Entrevista em banca de seleção: os alunos que passaram pela primeira e segunda fase serão entrevistados por um representante da Assessoria de Relações Internacionais e dois professores da universidade. Nessa fase, os alunos serão avaliados de acordo com diversos critérios, tais como interesse, preparação, maturidade e atividades extracurriculares já realizadas. Essa fase é classificatória e determinará os aprovados para cada vaga.

» Topo

5) O conhecimento do idioma do país de destino é obrigatório?

Não, mas é obrigatório o conhecimento do idioma em que as aulas serão ministradas na instituição estrangeira: Português, Inglês, Francês, ou Espanhol.

Esses idiomas não necessariamente são os idiomas oficiais do país de destino. Por exemplo, para se candidatar às universidades na China, Holanda, Hungria, Itália, ou Alemanha, será necessário possuir proficiência em inglês, pois as aulas serão ministradas nesse idioma, ainda que o inglês não seja a língua oficial desses países. Nesses casos, não será necessária a proficiência em mandarim, holandês, húngaro, italiano, ou alemão, apenas em inglês.

» Topo

6) Quais os custos envolvidos no programa de intercâmbio da PUC Minas?

Os programas de intercâmbio da PUC Minas garantem a isenção das taxas escolares na instituição estrangeira. Dessa forma, o aluno estudará gratuitamente no exterior, mas deverá arcar com todos os seus gastos pessoais, tais como: passagem aérea, moradia, alimentação, visto, seguro saúde, tradução de documentos, dentre outras despesas.

 

As despesas variam de acordo com o país escolhido e o estilo de vida levado por cada estudante. Antes de se inscrever, pesquise o custo de vida do país de seu interesse para que tenha uma estimativa dos seus gastos.

 

Confira abaixo uma estimativa dos gastos médios com o intercâmbio, por região*:

 

Região

Média de gastos por mês

América do Norte

890 euros

América do Sul

490 euros

Ásia

534 euros

Europa

Entre 720 e 980 euros, dependendo do país

 

*Esses valores são apenas uma estimativa, o valor real poderá variar. Valores definidos em 2017.

 

» Topo

7) Onde ficarei hospedado durante meu intercâmbio?

Algumas universidades parceiras oferecem aos alunos da PUC Minas a possibilidade de se hospedarem em dormitórios (dorms) dentro do Campus universitário. Outras opções são morar em repúblicas de estudantes, alugar um apartamento (flat) ou encontrar uma casa de família. De qualquer forma, todos os alunos aprovados para o intercâmbio receberão informações sobre possibilidades de acomodação diretamente do Escritório Internacional da universidade parceira.

Além disso, a Assessoria de Relações Internacionais coloca os alunos recém-selecionados em contato com os estudantes que já realizaram intercâmbio para a mesma instituição, sendo assim, os alunos já experientes poderão auxiliar e dar dicas para os novos intercambistas.

» Topo

8) Onde posso obter informações sobre passaporte, vistos e documentos necessários para viajar para o exterior?

Ao ser selecionado para os programas de intercâmbio da PUC Minas, o aluno recebe um Checklist contendo todas as informações necessárias à obtenção dos documentos exigidos para a viagem. Essas informações também podem ser encontradas no site do Ministério das Relações Exteriores (MRE), por meio do site http://www.mre.gov.br.

 

Para saber mais sobre a retirada de passaporte, entre em contato com o Departamento de Polícia Federal: http://www.dpf.gov.br. E para saber sobre vistos, entre em contato com o Consulado ou Embaixada do país para o qual você possui interesse em viajar.

                           

» Topo

9) Posso trabalhar enquanto estudo no exterior?

 

Depende. Existem programas específicos que conciliam cursos com estágios profissionais, e outros que permitem que o aluno dedique seu tempo livre ao trabalho dentro do próprio campus, por exemplo. No entanto, essas condições variam muito de país para país, ou em função do curso que se está realizando. Os alunos em intercâmbio acadêmico deverão possuir o visto de estudante e, assim, deverão seguir as limitações desse tipo de visto em cada país. Confira a legislação do país de seu interesse em relação aos estudantes internacionais entrando em contato com o respectivo Consulado.

» Topo

10) Existem possibilidades de intercâmbio para a Pós-Graduação?

Atualmente, a SEPLAN/Assessoria de Relações Internacionais não oferece a possibilidade de intercâmbio para alunos da Pós-Graduação. Contudo, alguns programas de Pós-Graduação oferecem algumas oportunidades. Entre em contato diretamente com o Coordenador do seu programa.

» Topo

Convênios Internacionais

11) Com quais países e universidades a PUC Minas mantém convênios acadêmicos?

Atualmente, a PUC Minas possui 175 convênios acadêmicos ativos, com instituições de 30 países. Clique aqui e saiba mais.

» Topo

12) Quais os procedimentos para firmar um novo convênio acadêmico entre a PUC Minas e uma universidade estrangeira?

Existem diferentes formas de se realizar um convênio entre a PUC Minas e uma instituição estrangeira. A demanda pode partir da PUC Minas, através da Assessoria de Relações Internacionais, ou dos próprios professores, ou a iniciativa pode partir da universidade estrangeira.

No caso dos alunos que possuam alguma indicação, solicite à um professor que manifeste seu interesse diretamente à ARI. Após receber a indicação, a Assessoria de Relações Internacionais estabelece os primeiros contatos com o órgão correspondente na instituição estrangeira, iniciando as negociações acerca dos termos específicos do acordo. Chegando-se a um consenso, ambas as partes firmam o convênio.

» Topo

Outras opções de estudos no exterior

13) É possível iniciar um curso na PUC Minas e terminá-lo no exterior?

Sim, é possível. Contudo, isso não acontecerá através de intercâmbio, mas sim de transferência entre instituições. O aluno interessado deverá verificar os critérios estabelecidos pela instituição estrangeira escolhida e checar se essa instituição validará os créditos das matérias já cursadas na PUC Minas.  

Para isso, você precisará de uma tradução juramentada de seu histórico escolar, das ementas de cada disciplina cursada e do seu conteúdo programático, o que pode ser um processo demorado e caro. Portanto, é aconselhável que verifique com bastante antecedência a possibilidade de transferência para que tenha tempo suficiente para todos os trâmites burocráticos.

O aluno interessado deverá entrar em contato diretamente com a instituição estrangeira escolhida e seguir as instruções recebidas, já que esse processo não é realizado pela SEPLAN/Assessoria de Relações Internacionais.

» Topo

14) Pretendo estudar em uma universidade estrangeira que não tem convênio com a PUC Minas. Em que a Assessoria de Relações Internacionais pode me ajudar?

Alunos que desejam realizar intercâmbio em uma universidade não conveniada com a PUC Minas serão considerados estudantes Free-Mover. Nesse caso, o papel da Assessoria de Relações Internacionais será exclusivamente realizar a validação das traduções dos documentos oficiais da universidade (histórico escolar, diploma, ou certificados emitidos pela PUC Minas), caso seja necessário. Para isso, o aluno deverá solicitar à ARI um modelo de tradução do histórico (enviar um e-mail para seplansuporteri@pucminas.br), traduzir os documentos necessários, e apresentar à ARI as versões traduzidas e originais dos documentos, para que possamos compará-las e, então, realizarmos a validação. Se exigido pela instituição estrangeira, a ARI poderá enviar os documentos necessários oficialmente (direto da PUC Minas para a instituição estrangeira).

O aluno Free-Mover não precisará passar pelo processo seletivo de intercâmbio da PUC Minas, mas deverá negociar os critérios de aprovação diretamente com a universidade estrangeira onde pretende estudar. Além disso, os benefícios dos convênios da PUC Minas, tais como o abono da mensalidade e das taxas acadêmicas da universidade estrangeira não se aplicará a esses alunos.

Caso o aluno necessite de uma carta de recomendação, ela deverá ser solicitada a um professor da PUC Minas que conheça sua vida acadêmica. A ARI não poderá escrever cartas de recomendação para os alunos, pois não possui conhecimento da vida acadêmica de cada um.

» Topo

15) Qual a política da PUC Minas em relação aos programas de “Work & Travel”?

O responsável pela Assessoria de Relações Internacionais assina a documentação necessária para viabilizar o programa, sempre levando em consideração as datas do calendário acadêmico da PUC Minas. Tenha em mente que, em nenhuma hipótese, a PUC Minas estenderá o prazo de férias acadêmicas para alunos que estejam no exterior e nem abonará as faltas de alunos ausentes.

» Topo

Bolsas de estudos

16) A PUC Minas oferece alguma bolsa para estudo no exterior?

Não. Contudo, tradicionalmente, a PUC Minas recebe algumas bolsas de estudos no exterior financiadas pelo Santander Universidades, tais como o Programa de bolsas Ibero-Americanas e o Santander Mundi. Como as bolsas recebidas variam a cada ano, acompanhe o site da Assessoria de Relações Internacionais para ficar por dentro das bolsas disponíveis. Em nosso site, nós também divulgamos diversas oportunidades de bolsas de estudos no exterior oferecidas por outras instituições. Acompanhe!

» Topo

17) As universidades conveniadas com a PUC Minas oferecem bolsas de estudo?

Não. A maioria dos convênios da PUC Minas prevê apenas a isenção de taxas escolares, mas não financia o intercâmbio. O aluno poderá estudar gratuitamente no exterior, mas todas as despesas pessoais deverão ser arcadas por ele.

» Topo

Tradução de documentos

18) Preciso traduzir documentos. O que devo fazer?

O primeiro passo é verificar com a instituição estrangeira se são exigidas traduções juramentadas. Em caso afirmativo, acesse o site da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (JUCEMG) para acessar a lista de tradutores juramentados disponíveis e contrate um deles para realizar as traduções de que você necessita: https://www.jucemg.mg.gov.br/ibr/informacoes+lista-tradutores-interpretes.

Se não é necessário que a tradução seja juramentada, você poderá solicitar à Assessoria de Relações Internacionais um modelo de tradução do histórico (enviar um e-mail para seplansuporteri@pucminas.br). Traduza os seus documentos e apresente à ARI tanto a versão traduzida, quanto a original. Assim, iremos comparar os documentos e realizar a validação da tradução, tornando-a um documento oficial da Universidade. É importante ressaltar que a ARI só realiza a validação das traduções de documentos oficiais emitidos pela PUC Minas, tais como Histórico Escolar, Diploma, Declaração de Matrícula, dentre outros.

Se o seu objetivo é enviar documentos para universidades dos Estados Unidos, outra opção é a rede EducationUSA. Esse é um órgão afiliado ao Departamento de Estado Americano que, além de oferecer informações sobre o Ensino Superior nos EUA, realiza traduções de documentos por preços acessíveis. Essas traduções são aceitas por todas as universidades americanas, mas podem não ser aceitas em outros países. Acesse http://educationusa.org.br/site/ para verificar quais centros realizam o serviço de tradução.

» Topo

Estudos de idiomas

19) Quais os convênios para estudos de idioma no Brasil? E no exterior?

Atualmente, a PUC Minas possui convênio com as seguintes escolas de idiomas no Brasil: Instituto Cervantes, Instituto Cultural Brasil-Estados Unidos (ICBEU) e Aliança Francesa. No exterior, possuímos convênio com a EF Education First.

Por meio desses convênios, alunos, professores e funcionários da PUC Minas recebem descontos nos cursos de idiomas e provas de proficiência oferecidos pelas escolas acima. Verifique as condições diretamente com as escolas parceiras.

» Topo

Revalidação de diploma estrangeiro

20) Como se dá a revalidação, no Brasil, dos diplomas de graduação e pós-graduação expedidos por universidade estrangeira?

A Lei n° 9.394/96 – a Lei de Diretrizes e Bases da Educação - em seu art. 48 § 2° e a Resolução CNE/CES no. 1/2002 do Conselho Nacional de Educação (CNE) atribuem a competência para a revalidação dos diplomas estrangeiros às universidades federais brasileiras que tenham o mesmo curso e no nível equivalente ao que foi cursado no exterior (bacharelado, mestrado ou doutorado).

Em Minas Gerais, o processo de revalidação de diploma estrangeiro é realizado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Entre em contato com a instituição para saber mais informações.

» Topo

21) A revalidação do diploma ou certificado de estudos de nível superior realizados no exterior é suficiente para o exercício da profissão no Brasil?

A simples revalidação do diploma ou certificado estrangeiro pode não ser suficiente para a autorização do exercício profissional, pois, para o exercício de certas profissões, a legislação brasileira estabelece como condição fundamental a obtenção do registro profissional feito junto à entidade de classe correspondente. É esta autorização que habilita o profissional a exercer sua atividade regularmente no Brasil. O registro profissional pode ser obtido junto à subseção da entidade de classe respectiva, localizada no Estado onde o interessado irá fixar residência. Por exemplo, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para o curso de Direito; no Conselho Regional de Medicina (CRM) para o curso de Medicina; no Conselho Regional de Engenharia (CREA) para os cursos de Engenharia; no Conselho Regional de Psicologia (CRP) para o curso de Psicologia; e assim por diante. 

É importante lembrar, entretanto, que nem todas as profissões exigem o registro para o seu exercício. Nesse caso, bastará a revalidação do diploma.

» Topo

Ex-alunos PUC Minas

22) Sou ex-aluno da PUC Minas e quero realizar estudos no exterior. Em que a Assessoria de Relações Internacionais pode me ajudar?

A Assessoria pode ajudar os ex-alunos através da divulgação de programas de pós-graduação e bolsas de estudos no exterior. Além disso, a ARI poderá realizar a validação das traduções dos documentos oficiais da PUC Minas exigidos por universidades estrangeiras.

 

» Topo

:: volta ::

Endereços:
Av. Dom José Gaspar, 500 - Coração Eucarístico - Belo Horizonte - MG - CEP 30535-901 - Telefone geral: (31)3319-4444