07/09/2009 a 13/09/2009

Primeiro Caminho oferece curso para jovens da Cruz Vermelha

Jovens aprendizes da Cruz Vermelha que atuam na PUC Minas terão acesso a oficinas e minicursos de orientação profissional, proposta do projeto Primeiro Caminho, lançado no dia 03 de setembro no campus Coração Eucarístico. A iniciativa, desenvolvida pela Secretaria de Cultura e Assuntos Comunitários (Secac) em parceria com a Pró-Reitoria de Recursos Humanos e a Cruz Vermelha Brasileira, vai beneficiar os 192 rapazes e moças com idades entre 16 e 18 anos que colaboram nas atividades de serviços gerais em todas as unidades da PUC Minas na Região Metropolitana de Belo Horizonte e na Divisão de Tecnologia da Universidade, o Datapuc.

Na cerimônia de lançamento do projeto Primeiro Caminho, realizada na tarde de 03 de setembro, no auditório 1 do prédio 4, campus Coração Eucarístico, o reitor da PUC Minas, Dom Joaquim Giovani Mol, cumprimentou os jovens ali presentes, aconselhando-os a se envolverem com esta iniciativa, que "valoriza a pouca idade" do público "e a grande importância (deles) para a universidade".

Segundo a secretária geral da Cruz Vermelha Brasileira - filial Minas Gerais, Cristiane Ferreira Siqueira Monteiro, o projeto favorece a inserção desses jovens no mercado de trabalho e "justifica a missão humanitária" da Cruz Vermelha e da PUC Minas. "É mais um passo dado rumo a novos caminhos pela busca de uma sociedade igualitária e justa", afirma.

Entre as atividades oferecidas, de acordo com o assessor da Secac, Bonifácio José Teixeira, estão o reforço escolar - para nível médio - nas áreas de matemática e de produção de texto; oficinas de canto, coral, teatro e informática, bem como cursos de mecânica e na área da saúde. Teixeira destaca que a participação dos adolescentes do programa Ação Jovem, da Cruz Vermelha, será de acordo com o número de vagas disponíveis em cada atividade, com prioridade para os primeiros inscritos.

“Amei os cursos, principalmente na área da saúde, porque gosto muito de Fisioterapia e quero seguir carreira nessa área”, afirma, sorrindo, Brenda Pereira Fernandes, de 16 anos, componente da Cruz Vermelha que trabalha no Datapuc há quatro meses. Para ela, a proposta do projeto Primeiro Caminho “é muito boa para o desempenho" pessoal e dos demais adolescentes que participam do programa Ação Jovem, parceria entre ambas instituições para iniciar adolescentes no mercado de trabalho a partir da realização de tarefas de  escritório e de office-boy.

Quem testemunha o sucesso profissional adquirido - antes mesmo do lançamento desse conjunto de ações de orientação - durante a passagem pela universidade por meio desta organização assistencial é a aluna do 8º período do curso de Engenharia Civil, Aline Santana Alves Pereira. Durante os anos de 2003 a 2005 ela prestou serviços como office-girl na Pró-Reitoria de Infraestrutura da PUC Minas, foi contratada como funcionária da Universidade e hoje trabalha na área de Licenciamento Ambiental como auxiliar. "Agradeço o que eu sou hoje, as oportunidades que eu tenho, ao programa Ação Jovem. Sem isso, eu não saberia o que é oportunidade", diz, orgulhosa.

04/09/2009


PUC Informa. Editado pela Assessoria de Imprensa da PUC Minas :: (31) 3319-4917 - imprensa@pucminas.br