08/06/2009 a 14/06/2009

Professor de cinema dá sua última aula na Faculdade de Comunicação e Artes


Paulo Pereira recebeu homenagens de alunos e colegas

A luminosa manhã de outono da última sexta-feira, 5 de junho, teve um tom diferente para o professor de Cinema e Vídeo da Faculdade de Comunicação e Artes da PUC Minas, Paulo Antônio Pereira. Em uma sala do prédio 13 repleta de estudantes do 7º período de Jornalismo, o professor, aposentado, deu sua última aula, despedindo-se da Universidade, onde lecionou por 41 anos.

Em seguida, recebeu homenagens e abraços comovidos de alunos, ex-alunos, colegas, funcionários e familiares. Após as homenagens, o professor foi recebido pelo reitor, professor Dom Joaquim Giovani Mol, que lhe agradeceu os serviços prestados por tantos anos à Instituição.

Paulo Pereira iniciou sua carreira no magistério em 1968, quando deu aulas de História da Educação na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, que foi uma das primeiras escolas da PUC Minas. Em 1969, começou a dar aulas na Escola de Cinema, fundada pelo padre Júlio Massote, instalada na Praça da Liberdade, vindo, em abril de 1972, para a Faculdade de Comunicação e Artes. Desde então, produziu, por meio da escola, 40 festivais de cinema, 314 filmes de alunos e deu oportunidade a muitos cinéfilos de criar sua primeira obra. "Dediquei minha vida inteira para que as pessoas pudessem fazer seus filmes", diz Pereira, que considera o cinema uma "experiência integral de comunicação", desde a produção, que envolve um trabalho em equipe, até a projeção do filme, que transmite uma mensagem para o público.

A paixão pelo cinema não se encerra com a aposentadoria. O cinéfilo, que é casado e pai de quatro filhos, continua se aprofundando na área, fazendo pós-doutorado na Universidade Federal de Minas Gerais e na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, com um estudo que relaciona a teologia e a sétima arte. E, nas manhãs de sábado, recebe um grupo de pessoas para discutir temas relativos a filmes. "Costumo dizer que quero ver Deus. Enquanto não vejo, vejo cinema", diz Paulo Pereira.

05/06/2009


PUC Informa. Editado pela Assessoria de Imprensa da PUC Minas :: (31) 3319-4917 - imprensa@pucminas.br