13/12/2008 a 19/12/2008

Homenagem no Senado Federal


Dom Mol recebe homenagem à PUC Minas no Senado

"A PUC Minas está muito ciente de sua missão, que foi cumprida neste primeiro cinqüentenário, e ao mesmo tempo continua abrindo as portas para os próximos 50 anos". Essas foram as palavras do reitor da Universidade, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, em homenagem recebida no Senado Federal, em função dos 50 anos da Universidade, em sessão realizada no dia 10 de dezembro, em Brasília. O requerimento foi feito pelos senadores por Minas Gerais Eduardo Azeredo (PSDB) e Eliseu Resende (DEM).

"Seguindo os fundamentos de nossa grande missão, a Universidade continuará sua marcha histórica, pautada pela qualidade e pela responsabilidade a serviço da comunidade, sem fechar os olhos para as profundas desigualdades sociais de nosso país", pontuou Dom Mol.

O senador Mão-Santa (PMDB), que presidiu a sessão, abriu a solenidade relatando fatos importantes da história da PUC Minas, desde sua fundação, em 1958, pelo então arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Antônio dos Santos Cabral, até os projetos de expansão dos campi no interior de Minas Gerais e na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o senador, os novos campi e unidades, mais do que um alargamento espacial, significaram "a ampliação da capacidade de difusão do conhecimento, indo até as pessoas onde quer que elas estejam".

Eliseu Resende destacou seu orgulho por já ter feito parte da comunidade acadêmica da Universidade, assim como figuras atuantes da história de Minas e do país. "Como mineiro, e como humilde ex-professor deste importante centro acadêmico de meu estado, é que registro, com indisfarçado orgulho e satisfação, a passagem dos 50 anos de fundação da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Que nós mineiros possamos, juntamente com todos os brasileiros, ainda por muitas décadas, desfrutar do saber acumulado e transmitido por este verdadeiro patrimônio da cultura mineira", concluiu o senador.

Já o senador Eduardo Azeredo relembrou momentos marcantes da história recente do Brasil, dos quais a PUC Minas esteve presente, como nos períodos da ditadura militar e da redemocratização do país. "Estou certo de que a PUC Minas ajudou a construir a história do país e do estado, formando profissionais atuantes, cabeças avançadas e cidadãos que influenciaram e influenciam os rumos da nação", afirmou Azeredo.

A Universidade também recebeu, em razão do cinqüentenário, homenagens da Câmara Municipal de Belo Horizonte e da Assembléia Legislativa de Minas Gerais.

12/12/2008


PUC Informa. Editado pela Assessoria de Imprensa da PUC Minas :: (31) 3319-4917 - imprensa@pucminas.br