20/09/2008 a 26/09/2008

1º Seminário de Avaliação Psicológica

Como tratar pacientes que sofreram abuso sexual, que sofrem preconceitos por terem necessidades especiais, ou têm distúrbios alimentares? Palestras sobre este e outros temas atuais na área da Psicologia serão apresentadas na PUC Minas em Betim durante o 1º Seminário de Avaliação Psicológica, promovido pelo curso de Psicologia da unidade Betim e pelo Laboratório Professor Emílio Mira y López.

Alunos e profissionais da área terão a oportunidade de conhecer formas de avaliação psicológica mais adequadas do que as usuais. O processo de mensuração científica das características mentais ou emocionais dos seres humanos será tratado no evento, que acontece nos dias 26 e 27 de setembro, no auditório. No primeiro dia, será das 7h30 às 12h e, no segundo, das 9h às 12h.

Várias são as técnicas utilizadas para fazer a avaliação psicológica, como testes, entrevistas, dinâmicas de grupo, provas situacionais, dentre outras. Essa é uma discussão muito atual e a sociedade contemporânea demanda meios mais adequados e que se adaptem a cada tipo de pessoa e necessidade. Para isso serão debatidos os temas Avaliação Psicológica para Casos de Abuso Sexual, Avaliação Psicológica de Adultos com Necessidades Especiais: Desafios no Contexto Nacional e Internacional, Autópsia Psicológica e Transtornos Alimentares.

O evento, voltado para estudantes e profissionais da área, tem o apoio do Instituto de Psicologia, do Laboratório de Estudos e Pesquisa em Avaliação Psicológica do campus Coração Eucarístico (Lepap), e do Laboratório de Avaliação Psicológica da unidade São Gabriel (LabAp), além de parceria com o Centro Psicotécnico (Cepel) e a Livraria do Psicólogo e Educador.

As inscrições para o Seminário estão encerradas, pois o número de vagas já foi preenchido.

As palestras



Avaliação Psicológica para Casos de Abuso Sexual

Palestrantes: Fernanda Otoni (PUC Minas) e Ana Pereira Santos (Psicóloga do Programa Sentinela - Prefeitura de Betim)

A palestra vai procurar delimitar o conceito de abuso sexual que, às vezes, gera dúvidas perante a população. Também abordará as regulamentações do Ministério da Saúde, os meios adequados para se fazer o atendimento às crianças e como chegar a um diagnóstico.

Além disso, as professoras falarão sobre a prática profissional, já que trabalham no programa Sentinela da Prefeitura de Betim, que atende a crianças e adolescentes que foram vítimas de violência sexual.

Avaliação Psicológica de Adultos com Necessidades Especiais: Desafios no Contexto Nacional e Internacional

Palestrante: Carmen Flores-Mendoza (UFMG)

O debate tratará dos instrumentos que o psicólogo pode utilizar, hoje, para avaliar as pessoas que têm necessidades especiais. Os testes utilizados atualmente foram constituídos sem levar em consideração as características individuais de cada pessoa. Um panorama nacional e internacional sobre os meios mais adequados de se fazer essa avaliação será feito.

Autópsia Psicológica

Palestrante: Liza Fensterseifer (PUC Minas)

A palestra vai falar sobre os meios de se fazer a avaliação do perfil psicológico de uma pessoa que já está morta. Faz-se um levantamento de dados psicológicos por meio do diálogo com parentes, conhecidos e médicos que conviveram com a pessoa falecida. Esse tipo de avaliação é muito utilizado no caso de seguradoras, pois, se ficar comprovado que a pessoa teria um perfil psicológico característico de quem comete suicídio, por exemplo, o seguro pode pagar um valor diferenciado.

Transtornos Alimentares

Palestrante: Alessandra Javoski Gama (Faculdade Pitágoras)

O debate fará uma caracterização dos transtornos alimentares - bulimia, anorexia e obesidade mórbida. Será mostrado como o psicólogo pode fazer a avaliação psicológica e propor formas de tratamento para as necessidades específicas de cada pessoa.

Mais informações: 3539-6832/ 6833.

19/09/2008



PUC Informa. Editado pela Assessoria de Imprensa da PUC Minas :: (31) 3319-4917 - imprensa@pucminas.br