PUC CULT POR DENTRO DA PUC EM DIA COM RH LADO B ANIVERSÁRIOS CADÊ VOCÊ? GENTE NOVA BEM ESTAR GERAIS

:: Voltar à primeira página do informativo ::

Mastigação: uma grande aliada da boa forma

Depois das férias de verão, as promessas de ano novo entram em vigor e buscar a boa forma é um dos principais objetivos de muita gente. Para facilitar o alcance dessa meta, a boa mastigação dos alimentos é uma importante aliada.

Além de permitir que os alimentos sejam melhor saboreados, mastigar bem os alimentos contribui para a sensação de saciedade. De acordo com a professora Raquel Marques Diniz, do Curso de Nutrição da PUC Minas no Barreiro, o ideal é que uma refeição dure entre 20 e 25 minutos, tempo necessário para haver a comunicação entre o aparelho digestivo e o centro de regulação da fome, no hipotálamo, avisando que o organismo já está satisfeito. “Quando se come muito rapidamente, o alimento chega mais rápido ao estômago e prejudica a comunicação com o cérebro sobre o centro da saciedade. Ou seja, acabamos por comer além do que precisamos”, explica.

Outra vantagem de se alimentar com tranquilidade, mastigando corretamente, é a prevenção do acúmulo de gordura na região abdominal. A mastigação adequada facilita o trabalho do sistema digestivo, evitando a distensão abdominal e a sensação de “estufamento” que podem favorecer o acúmulo de gorduras na região. “A boa mastigação também ajuda o organismo a otimizar a absorção dos nutrientes, uma vez que a digestão dos alimentos que contêm amido começa na boca, a partir de enzimas como a ptialina e a amilase, existentes na saliva, evitando a sobrecarga do intestino”, afirma Raquel.

Confira dicas para fazer da boa mastigação um hábito saudável:

- Separe um tempo e local adequado para realizar as suas refeições: faça disso uma prioridade
- Preste atenção no gosto do alimento e saboreie cada pedaço ou garfada, diferenciando sabores e aromas
- Sempre que for possível, utilize alimentos inteiros e com casca, pois eles demandam mais mastigação
- Inicie a refeição com alimentos frescos, crus e de consistência rija (legumes crus, verduras, cereais integrais), pelo mesmo motivo dos alimentos inteiros
- Evite mais de um alimento de consistência macia na mesma refeição, como purês, suflês, pudins, massas, flans
- Repouse os talheres a cada garfada, o que ajuda a diminuir a velocidade da mastigação
- Evite situações estressantes, TV ligada no momento da refeição, o que poderá ser uma distração e atrapalhar o processo da mastigação lenta
- Se programe para gastar cerca de 20 minutos para fazer as refeições

:: Volta ::

Secretaria de Comunicação | Recursos Humanos