bem-estar PUC CULT em dia com RH aniversários gerais gente nova cadê você? Portal PUC Minas por dentro da PUC lado B

:: Voltar à primeira página do informativo ::

Projeto Descarte correto de computadores busca inclusão digital

A PUC Minas em Contagem, em parceria com a Pró-reitoria de Logística e Infraestrututura (Proinfra), é pioneira no projeto Descarte correto de computadores. O projeto, que prevê a venda de computadores já utilizados na Instituição por um preço mais acessível aos funcionários inscritos previamente, é coordenado pela supervisora de patrimônio, Mariléia Francisco, e pelos auxiliares de administração Lucas Cardozo e Regiane Santos, em parceria com a Gerência de Tecnologia da Informação (GTI). Essa é uma maneira de reaproveitar os equipamentos, buscando a inclusão digital. A entrega dos 19 computadores para os funcionários foi coordenada pelo gestor de infraestrutura do núcleo universitário, Wallace Almir Andrade, no dia 5 de outubro, no prédio 6, na sala dos técnicos de informática.

De acordo com Lucas Cardozo, da Infraestrutura, o projeto está sendo desenvolvido em caráter experimental no núcleo universitário e, após avaliação de seu resultado, será aplicado nas demais unidades que manifestarem interesse. “Quando começamos a traçar, em linhas gerais, a execução do projeto, foi unânime o desejo de que este projeto social de reaproveitamento de equipamento de informática seja desencadeador de uma política de inclusão maior, com vistas a ações extramuros”, completa.

O público que comprou os equipamentos foi escolhido de acordo com a faixa salarial, sendo a maioria funcionários da equipe de limpeza. Segundo Wallace Andrade, com o projeto foi possível perceber que cada sujeito tem potencial para oferecer algo para melhorar as condições de vida da comunidade como um todo. Andrade espera que o projeto seja motivador para que outros possam surgir na Universidade.

O funcionário Wendel de Araújo Toledo, da Infraestrutura da unidade, parcelou o compra do equipamento, no valor de R$100, em quatro vezes. “Já tenho um computador em casa, mas, como surgiu essa oportunidade, quis comprar outro para as crianças. Fiquei muito feliz em poder adquirir um equipamento em bom estado e por um preço bem acessível”, completa.
Andrade ainda ressaltou a importância do projeto: “O descarte dos computadores, além de proporcionar a inclusão digital do funcionário beneficiado e de sua família, também ajuda o meio ambiente, já que inevitavelmente os equipamentos seriam jogados no lixo em pouco tempo”.


Wendel Andrade recebe sua máquina na sala dos técnicos

:: Veja mais notícias no "Gerais" ::    :: Volta ::

Secretaria de Comunicação | Recursos Humanos