bem-estar PUC CULT em dia com RH aniversários gerais gente nova cadê você? Portal PUC Minas por dentro da PUC lado B

:: Voltar à primeira página do informativo ::

Secretárias comemoram o seu dia

Já se vão quase 30 anos desde que ela chegou à PUC Minas para trabalhar na antiga Divisão de Pessoal, setor que hoje está incorporado à Gerência de Administração de Pessoal da Sociedade Mineira de Cultura (SMC). Logo depois, começou a atuar como secretária da chefia do setor. “Nessa época, o organograma da Universidade era bem diferente”, lembra. Ao longo desse tempo, passou por alguns setores, como a Secretaria Geral, Pró-reitoria de Logística e de Infraesturutura e Pró-reitoria de Recursos Humanos. Hoje, é secretária da Pró-reitoria Adjunta da unidade São Gabriel.

Essa é a história de Madalena Correa Santos, conhecida carinhosamente pelas pessoas como Lili. Assim como os outros 74 secretários e secretárias da PUC Minas, ela também irá comemorar em 30 de setembro o Dia da Secretária, data reservada para homenagear esse profissional. Para celebrar a ocasião, ela deixa uma mensagem para os colegas de trabalho. “Em primeiro lugar, devemos estar bem conosco. Sempre felizes, amando, principalmente o trabalho que desenvolvemos. Com alegria e amor tudo fica mais fácil. Grande abraço a todos e a todas”, diz Lili. 

Quem conta muito com o trabalho das secretárias e secretários e o considera como fundamental é a professora Maria Beatriz Rocha Cardoso, responsável pela Secretaria de Cultura e Assuntos Comunitários. “A secretária nos auxilia na triagem das demandas, inúmeras e complexas, assim como no encaminhamento das questões que nos são apresentadas cotidianamente”, explica. De acordo com ela, proatividade, multifuncionalidade, senso de organização, discrição e cordialidade são algumas das características de uma boa secretária. “É uma atuação profissional de relevância indiscutível para a concretização dos objetivos e missão da organização”, afirma.

Futuro promissor

Para a professora Beatriz, o futuro da profissão é promissor, tendo em vista a comprovada relevância desse profissional para as instituições. “A sua crescente valorização se dará em consonância com sua capacidade de interagir com os diversos públicos e segmentos da organização, e, sobretudo, de perseguir continuamente a atualização de conhecimentos e o crescimento pessoal”, aconselha. Assim como Lili, a professora também deixa um recado para as secretárias e secretários da Universidade: “Precisamos todos estar sempre atentos ao exercício ético de nossas funções, além de investir em nossa formação continuada, não nos esquecendo, no entanto, de buscar qualidade de vida”.


A secretária Lili, da Pró-reitoria Adjunta da unidade São Gabriel

:: Veja mais notícias no "Gerais" ::    :: Volta ::

Secretaria de Comunicação | Recursos Humanos