Ações relacionadas à telefonia e energia elétrica

Com foco na maior economia de insumos, a Gerência de Tecnologia da Informação (GTI) iniciou campanha para que cada funcionário técnico-administrativo atualize, no Portal RH, os números de telefone fixo utilizados no trabalho, e informe ali a respectiva senha para ligações externas (para esclarecer dúvidas, acesse o tutorial). O objetivo é saber qual o perfil de consumo dos usuários de telefonia fixa e móvel das instituições ligadas à SMC, saber quanto custa esse serviço para cada instituição e levar ao conhecimento de todos os usuários e gestores o detalhamento analítico desses custos.

Para isso, haverá a disponibilização pela GTI, a partir de novembro, por e-mail, de relatório mensal individual, a cada funcionário, do próprio extrato de ligações telefônicas, que mostrará as ligações do mês anterior (número para o qual houve a ligação, data, hora, duração e custo da chamada).

Marcos Figueiredo
Marcelo Nassau diz que software instalado nos computadores da rede vem trazendo economia no consumo a cada ano

E também, direcionado à respectiva chefia imediata, a geração de relatório, de cada funcionário técnico-administrativo da equipe, com o comparativo do mês atual com o anterior. Essas ações, que se inserem em processo gradativo no qual a GTI está assumindo a gestão de telefonia fixa e móvel, já estão sendo executadas na própria GTI, onde cada funcionário técnico-administrativo já recebeu relatório no mês de outubro, referente às ligações efetuadas em setembro.

Ainda no âmbito da telefonia, a GTI e a Pró-Reitoria de Logística e Infraestrutura (Proinfra) estão desenvolvendo outras duas ações que significarão ainda mais economia desse insumo: a contestação de contas telefônicas passadas, por cobranças indevidas das empresas operadoras de telefonia; e a renegociação de contrato com operadoras de telefonia fixa e móvel.

Energia elétrica

Desde 2015, a GTI mantém, nos computadores da rede administrativa, software que as desativa parcial ou completamente, quando estão inativas após determinado tempo. Desde aquele ano, a GTI alcançou uma redução de 30% no consumo de economia de energia elétrica nas estações de trabalho, percentual que tem se mantido a cada ano, como observa Marcelo Nassau, gerente de Tecnologia da Informação da Sociedade Mineira de Cultura.

Outra medida que redundou, desde aquele ano, em economia financeira foi a substituição da então operadora de telecomunicações que atendia a Universidade. A partir de novo contrato com nova operadora, houve um aumento de velocidade na internet disponibilizada à rede administrativa e de 650% na rede acadêmica, além de uma redução de 20% nos gastos mensais com telefonia e internet e diminuição de 81,36% no custo dos megabits por segundo, índices que se mantêm atualmente. Esse contrato vai até maio de 2018 e, para o período de 2018 a 2021, já foram iniciadas as discussões com as operadoras de telecomunicações para que seja alcançado um ganho ainda maior no próximo contrato.

 

VOLTAR

 

Informativo eletrônico produzido pela Assessoria de Imprensa
(31) 3319-4917 | imprensa@pucminas.br | www.pucminas.br | pucminasoficial