GRUPOS DE TRABALHO (GT’s) E COORDENADORES

RECEPÇÃO, CREDENCIAMENTO E ENCONTRO DOS GRUPOS DE TRABALHO

Dia 6 e 7 de junho de 2018 (quarta e quinta-feira)
Local: PUC Minas Praça da Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1185 – Ed. PIC Cidade – Funcionários

A programação completa será publicada em breve. Os encontros dos Grupos de Trabalho acontecerão de 9h às 12 e de 14h às 18h.

SECRETARIA DO EVENTO

Dia 05 de junho de 2018 (terça-feira)
Local: PUC Minas Praça da Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1149 – Ed. Liberdade – Funcionários

COMUNICAÇÃO E CIBERCULTURA

O GT Comunicação e Cibercultura tem como objetivo debater pesquisas na interseção dos fenômenos comunicacionais e da cibercultura. Por cibercultura, compreendem-se as dinâmicas emergentes da presença das mídias e redes digitais nos diversos âmbitos da cultura contemporânea. O GT enfatiza os seguintes eixos de investigação: Perspectivas históricas sobre as relações entre mídias digitais, comunicação e sociedade; Processos subjetivos, cognitivos, materiais e estéticos nas redes sociotécnicas que compõem a cultura digital; Relações entre mídia digital, poderes e política em todos os seus aspectos; Práticas artísticas e entretenimento na cultura digital; e Abordagens teóricas, metodológicas e empíricas na pesquisa sobre comunicação e cibercultura.

Coordenador: André Lemos (UFBA)
Vice-coordenadora: Raquel Recuero (UFRGS)

Ed. Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1149 • Funcionários
5º andar • Sala 501
Belo Horizonte - MG • 30140-100

COMUNICAÇÃO E CULTURA

O GT aborda Comunicação, cultura e história, tratando as relações entre os meios de comunicação, a cultura onde atuam e que formalizam nas suas dimensões de história e memória. São trabalhados os cenários atuais e históricos da cultura da comunicação, considerando as mediações e os vínculos e, a partir destes, a ação integradora e os efeitos culturais das práticas midiáticas. Os estudos do GT abrangem os seguintes temas: a) Comunicação, identidade e subjetividade; b) Articulação entre espaço, corpo, texto e imagem, crises e tensões. c) As representações culturais da visualidade, da oralidade, da audibilidade, da gestualidade e dos territórios simbólicos em sua relação com as diferentes mídias. d) Cultura, memória e registro. e) Paradigmas, teorias e autores para uma reflexão acerca da relação entre comunicação e cultura. f) Teorias da comunicação, da cultura e suas interfaces.

Coordenador: Fábio Fonseca de Castro (UFPA)
Vice-Coordenador: José Eugenio de Oliveira Menezes (FCL)

Ed. PIC Cidade
Rua Cláudio Manoel, 1185 • Funcionários
10º andar • Sala 1003
Belo Horizonte - MG • 30140-100

COMUNICAÇÃO E POLÍTICA

O GT Comunicação e Política abrange estudos teóricos e empíricos dedicados a examinar atores, fenômenos, linguagens, discursos e instituições pertinentes à interface mantida entre Comunicação e Política. Ao adotar uma perspectiva interdisciplinar, os eixos temáticos desse Grupo de Trabalho privilegiam a comunicação empreendida por agentes do campo político e da sociedade civil; mídia e eleições; regimes políticos e suas relações com o campo da comunicação; teoria política, opinião pública e espaço público; propaganda política; cobertura midiática sobre os agentes e as instituições da política; o acontecimento político e a mídia; e formas de uso político das tecnologias de comunicação.

Coordenador: Danila Gentil Rodriguez Cal (UFPA)
Vice-coordenadora: Liziane Guazina (UNB)

Ed. Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1149 • Funcionários
4º andar • Sala 402
Belo Horizonte - MG • 30140-100

COMUNICAÇÃO E SOCIABILIDADE

O Grupo de Trabalho Comunicação e Sociabilidade se propõe a estudar fenômenos comunicativos em sua relação com os processos de sociabilidade, buscando identificar problemáticas específicas da comunicação em diversos contextos socioculturais e políticos. No âmbito desta preocupação, destacamos como alvo privilegiado de análise: os modos de subjetivação que se desenvolvem nas práticas comunicativas; as sociabilidades e as configurações intersubjetivas implicadas na produção midiática e os modos e efeitos de apropriação dessa produção; os discursos em jogo nas práticas sociocomunicativas; e, por fim, contingência, acontecimento e universalidade quando da emergência de políticas inovadoras no enfrentamento dos dispositivos comunicacionais.

Coordenador: João Batista de Macedo Freire Filho (UFRJ)
Vice-coordenadora: Luciana de Oliveira (UFMG)

Ed. PIC Cidade
Rua Cláudio Manoel, 1185 • Funcionários
8º andar • Sala 801
Belo Horizonte - MG • 30140-100

CULTURA DAS MÍDIAS

O GT Cultura das Mídias realiza o estudo de produtos e de processos culturais no âmbito da comunicação, abrangendo diversas práticas discursivas que são colocadas em circulação a partir de diferentes meios. O Grupo de Trabalho privilegia os seguintes temas: a) Disputas e tensões nos processos de construção de hegemonia e significação social; b) Construção e performance de identidades em práticas midiáticas; c) Traduções interculturais e práticas de leitura; d) Mídia e questões de enunciação: narrativa e discurso; e) Narrativas transmidiáticas e suas comunidades discursivas; f) Intermidialidades; g) Gostos e repertórios estéticos: crítica, valor e consumo; h) Cultura pública e políticas culturais; i) Novas abordagens e metodologias, a partir de perspectivas teóricas e críticas transdisciplinares, em face a contextos comunicacionais liminares.

Coordenador: Gislene Silva (UFSC)
Vice-Coordenador: Felipe De Castro Muanis (UFF)

Ed. PIC Cidade
Rua Cláudio Manoel, 1185 • Funcionários
12º andar • Sala 1202
Belo Horizonte - MG • 30140-100

EPISTEMOLOGIA DA COMUNICAÇÃO

O GT Epistemiologia da Comunicação está voltado para o estudo da comunicação enquanto área de investigação e para a definição de características e limites do seu objeto científico. Para tanto, são pesquisadas distintas correntes teóricas em circulação na área, na proposta epistemológica e metodológica dos seus idealizadores. Na proposição de estudo, valoriza-se a exposição de pesquisas empíricas em andamento ou concluídas, no que se refere a suas respectivas propostas metodológicas e consequências epistemológicas. É igualmente de interesse do Grupo de Trabalho acompanhar os processos da produção acadêmica na área, pelas inferências e reflexões que se possam fazer a partir dessa produção; e, ainda, pelas articulações voltadas para a consolidação da área. O GT espera contribuir para fazer avançar o estudo dos paradigmas clássicos da comunicação, além de contribuir para a produção e definição de novos parâmetros, estimulando as questões e proposições transversais observáveis entre as várias linhagens de pesquisa.

Coordenador: Luiz Claudio Martino (UNB)
Vice-Coordenadora: Maria Ataide Malcher – UFPA

Ed. Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1149 • Funcionários
6º andar • Sala 601
Belo Horizonte - MG • 30140-100

ESTUDOS DE JORNALISMO

A partir de uma perspectiva crítica e analítica, o GT Estudos de Jornalismo busca aprofundar o estudo do jornalismo como um campo do conhecimento, destacando abordagens relativas à função social, à história, aos conceitos, aos modelos, às teorias e à epistemologia do jornalismo. Da mesma forma, visando problematizar e discutir o jornalismo em seus distintos modos de estruturação, apuração, produção, circulação, recepção e consumo, este GT também se interessa por estudos que abordam as teorias da linguagem, os métodos de pesquisa, as metodologias de ensino, os impactos das tecnologias e as tendências que orientam a práxis jornalística nas sociedades contemporâneas.

Coordenador: Beatriz Becker (UFRJ)
Vice-coordenadora: Cláudia Irene De Quadros (UFPR)

Ed. PIC Cidade
Rua Cláudio Manoel, 1185 • Funcionários
10º andar • Sala 1001
Belo Horizonte - MG • 30140-100

ESTUDOS DE CINEMA, FOTOGRAFIA E AUDIOVISUAL

O GT Estudos de Cinema, Fotografia e Audiovisual se propõe à realização de análises formais e investigações teóricas, históricas e estéticas acerca do cinema e da fotografia, considerados como domínios fundamentais do audiovisual, bem como para a compreensão da sociedade contemporânea. O Grupo de Trabalho busca analisar as dinâmicas postas em circulação pelo cinema, pela fotografia e pelo audiovisual, tomados, no campo da comunicação, em suas especificidades, por expansões e hibridismos. Também é objetivo do grupo realizar reflexões sobre a contribuição destes domínios às práticas sociais, culturais e artísticas.

Coordenador: FERNANDO GONÇALVES DE GONÇALVES (UERJ)
Vice-Coordenador: EDUARDO VICTORIO MORETTIN (USP)

Ed. PIC Cidade
Rua Cláudio Manoel, 1185 • Funcionários
10º andar • Sala 1002
Belo Horizonte - MG • 30140-100

RECEPÇÃO: PROCESSOS DE INTERPRETAÇÃO, USO E CONSUMO MIDIÁTICOS

O GT se propõe a realizar a análise dos processos e estratégias que envolvem a relação da sociedade com os meios de comunicação, tendo como objeto de estudos a instância da recepção e seu trabalho de interpretação, uso e consumo midiáticos. As referências conceituais e empíricas do trabalho deste GT incluem as novas “arquiteturas de processos comunicacionais”, que reconfiguram a existência da recepção e os modos de funcionamen to de suas práticas. Elegendo a pesquisa interdisciplinar em diferentes dimensões (teóricas, epistemológicas e metodológicas), pretende-se estudar as dinâmicas e operações tecno-sócio-simbólicas que organizam as formas de interação entre produtores e receptores da comunicação midiática, do ponto de vista dos sujeitos. Ao priorizar tais angulações, o GT em proposição enfatiza a importância da recepção como instância produtiva, geradora de novos ‘produtos’, de práticas sócio-simbólicas e de formas de saber derivadas das estratégias desenvolvidas pelos atores, em situação de interação com as mídias.

Coordenador: ROSELI FIGARO (USP)
Vice-coordenadora: LILIANE DUTRA BRIGNOL (UFSM)

Ed. PIC Cidade
Rua Cláudio Manoel, 1185 • Funcionários
12º andar • Sala 1201
Belo Horizonte - MG • 30140-100

COMUNICAÇÃO E CIDADANIA

O GT se propõe a estudar aspectos teóricos e metodológicos de experiências e práticas comunicacionais e mediáticas relacionados às esferas das cidadanias econômica, sociopolítica, cultural, intercultural, transnacional, global e socioambiental e de uma cidadania comunicativa; realizar o estudo das articulações entre comunicação, cidadania e cultura nos campos da comunicação mediada e não mediada; dos processos comunicacionais no âmbito das culturas populares, das redes de movimentos sociais, comunitários, populares e sindicais, presenciais e virtuais, no marco de uma nova pedagogia da comunicação. Também estão no âmbito do GT as pesquisas sobre apropriações e os usos das tecnologias da informação e da comunicação por movimentos comunitários e sociais que envolvam práticas cidadãs relacionadas a dimensões sócio-identitárias como classe social, gênero, etnia, religiosidade.

Coordenador: Juciano de Sousa Lacerda (UFRN)
Vice-Coordenador: Mohammed Elhajji (UFRJ)

Ed. Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1149 • Funcionários
6º andar • Sala 602
Belo Horizonte - MG • 30140-100

COMUNICAÇÃO E EXPERIÊNCIA ESTÉTICA

O GT explora a interseção entre os fenômenos comunicacionais e as teorias estéticas, contribuindo para a reflexão e a crítica de manifestações expressivas da cultura contemporânea, tanto em trabalhos teóricos quanto analíticos. Busca-se compreender as questões vinculadas à dimensão estética dos processos comunicacionais, na medida em que contemplem a dimensão ativa da sensibilidade. São de interesse do GT discussões tais como: a) os aspectos valorativos do afeto e do gosto estéticos; b) os enlaces entre experiência estética e política; c) as várias dimensões performativas da experiência estética; e d) a inflexão epistemológica das abordagens estéticas da comunicação.

Coordenador: José Benjamim Picado Sousa e Silva (UFF)
Vice-Coordenador: Laan Mendes De Barros (UNESP)

Ed. Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1149 • Funcionários
4º andar • Sala 401
Belo Horizonte - MG • 30140-100

ESTUDOS DE TELEVISÃO

O GT Estudos de televisão reúne pesquisas que tenham por objeto a televisão e seus produtos, considerados em sua complexidade e especificidade. Entre outros, acolhe reflexões sobre a televisão em seus aspectos econômicos, institucionais e tecnológicos; sobre os contextos de produção, criação, fruição, circulação e recepção; sobre as dimensões comunicativas, discursivas, informativas, pedagógicas, históricas, políticas, culturais e estéticas de programas; os gêneros e formatos privilegiados; a interação com outras mídias e plataformas; os fluxos de produções e de audiências globais. O GT apresenta-se como fórum acadêmico de fomento, de convergência e de diálogo crítico de trabalhos de diferentes vertentes teóricas que tratam de questões que buscam aprimorar os aparatos críticos e metodológicos de análise dos fenômenos televisivos.

Coordenador: Gabriela Borges (UFJF)
Vice-Coordenador: Marcel Vieira Barreto Silva (UFPB)

Ed. Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1149 • Funcionários
7º andar • Sala 701
Belo Horizonte - MG • 30140-100

IMAGEM E IMAGINÁRIOS MIDIÁTICOS

O GT se propõe a realizar abordagens teórico-metodológicas da imagem e/ou imaginário; reflexões sobre imagem e/ou imaginário em seus diversos desdobramentos, seja em peças publicitárias, em imagem empresarial e mercadológica, em fotografia, e em representações no cinema, televisão, vídeo e audiovisual em geral; diálogos entre o imaginário midiático e outros imaginários da cultura (mítico, tecnológico, artístico, religioso); também é objetivo do Grupo de Trabalho fazer considerações sobre imagens híbridas e/ou imaginários contemporâneos, em suas implicações sociais, históricas e construturais; e também trabalhar interações e intertextualidades da imagem e do imaginário com outras esferas midiáticas, contemplando as mídias digitais e seus produtos e suportes no contexto contemporâneo.

Coordenador: Denize Correa Araujo (UTP)
Vice-coordenadora: Malena Segura Contrera (UNI)

Ed. PIC Cidade
Rua Cláudio Manoel, 1185 • Funcionários
12º andar • Sala 1203
Belo Horizonte - MG • 30140-100

PRÁTICAS INTERACIONAIS E LINGUAGENS NA COMUNICAÇÃO

O GT Práticas Interacionais e Linguagens na Comunicação investiga os diversos fenômenos de comunicação com foco nos usos, apropriações e determinações da linguagem relacionados a diferentes processos, temáticas e produtos midiáticos, com ênfase ao seu papel na configuração das práticas interacionais. Com esse escopo investigativo, o GT se propõe a trabalhar: a) contribuições teóricas e metodológicas para a compreensão dos modos de funcionamento dos textos nos meios impressos e digitais;

b) problematizações das interações sociais midiatizadas, a partir de suas distintas formas de articulação de sentido em diferentes situações de comunicação; c) abordagens que tratem da emergência de novas formas técnico-expressivas a partir da convergência dos meios.

Coordenador: João Batista Freitas Cardoso (USCS)
Vice-Coordenador: Kleber Mendonça (UFF)

Ed. PIC Cidade
Rua Cláudio Manoel, 1185 • Funcionários
12º andar • Sala 1204
Belo Horizonte - MG • 30140-100

MEMÓRIA NAS MÍDIAS

O GT Memória nas mídias tem como escopo estudos que envolvem os modos de expressão da memória social no campo da comunicação. A expressiva quantidade de informações que se produz no mundo midiático contemporâneo transforma e afeta a memória social. As mídias em geral possibilitam a construção, reconstrução, reatualização, permanência ou resgate da memória (individual ou coletiva), que se expressa sob a forma de armazenamento em acervos e divulgação de imagens (estáticas ou em movimento), textos verbais e não verbais ou quaisquer outras manifestações.

Os estudos da memória social nas mídias apresentam como alvo privilegiado de análise: a) as diversas manifestações expressivas da memória nas práticas comunicativas; os modos e efeitos da memória na comunicação contemporânea; b) as teorias acerca da relação entre comunicação e memória; c) as simbioses entre memória e a materialidade das mídias; a relação com o mundo digital; d) a permanência ou transformações de memórias oficiais, pessoais ou tradicionais; os textos culturais nas mídias que traduzem memórias; a historicidade das mídias; e) as narrativas orais e midiáticas de histórias de vida das pessoas, as representações do passado, da vida cotidiana e das práticas comunicacionais nas mídias contemporâneas; memória e afetos; f) memória e as linguagens nas culturas midiáticas.

Coordenador: Priscila Ferreira Perazzo (USC)
Vice-coordenadora: Ana Paula Goulart (UFRJ)

Ed. Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1149 • Funcionários
5º andar • Sala 502
Belo Horizonte - MG • 30140-100

ESTUDOS DE SOM E MÚSICA

O GT Estudos de Som e Música reúne trabalhos de cunho teórico-metodológico e/ou empírico, que analisam aspectos estéticos, tecnológicos, econômicos, políticos, subjetivos e de sociabilidade associados ao universo de produção, circulação e consumo sonoro e musical nos ambientes midiáticos. As questões privilegiadas gravitam em torno dos seguintes eixos: a) disputas de valor e rotulações em torno de gêneros, cenas e circuitos musicais; b) cultura de fãs e fandoms musicais; c) a mediação dos formatos, suportes, meios e plataformas musicais; d) o papel do som na cultura audiovisual; e) som, música e política: articulações e tensões na construção de identidades e territorialidades; f) estética e linguagem da canção; g) som, música, corpo, afeto e audibilidades; h) paisagens sonoras, mídias e espaços urbanos; i) estudos de rádio, televisão, cinema, videogames, plataformas digitais, das redes sociais (e, de modo geral, de instituições da indústria fonográfica) que lidam com o universo da música e da sonoridade; j) economia da música no contexto das Indústrias Criativas e da cultura digital.

Coordenador: Micael Maiolino Herschmann (UFRJ)
Vice-coordenadora: Adriana Amaral (UNISINOS)

Ed. Liberdade
Rua Cláudio Manoel, 1149 • Funcionários
7º andar • Sala 702
Belo Horizonte - MG • 30140-100

CONSUMOS E PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO

Considerando a necessidade de fomentar o debate plural sobre a sociedade, as culturas e as práticas de consumo, congregando leituras críticas e não dogmáticas, o GT Consumos e Processos de Comunicação tem como objetivo analisar a relação comunicação e consumo como lugar estratégico para a problematização das teorias “clássicas” sobre o fenômeno do consumo, a sociedade de massa e as culturas midiáticas. Entendendo-se o consumo como acontecimento sociocultural amplo, que alicerça culturas e engendra imaginários, práticas e produções sociais, o GT contempla análises de suas dimensões material, simbólica e cultural, tanto nos planos da produção quanto da circulação. Assim, o GT aborda a relação comunicação e consumo considerando o funcionamento dos sistemas midiático, publicitário e mercadológico, suas lógicas e estratégias de produção, bem como os processos e contextos de apropriação e interpretação. Deste modo, a proposta investigativa do GT abriga reflexões a respeito das práticas de consumo; das narrativas e dos imaginários do consumo; das manifestações de linguagem, retórica, estética e poética do consumo; dos produtos das indústrias culturais; das materialidades e tecnicidades do consumo; das dimensões políticas e contra-hegemônicas do consumo; dos discursos do capital; e ainda as implicações socioculturais, político-econômicas, estéticas, éticas e ideológicas associadas ao binômio comunicação-consumo.

Coordenador: Claudia Pereira (PUC-RIO)
Vice-coordenadora: Fernanda Martinelli (UNB)

Ed. PIC Cidade
Rua Cláudio Manoel, 1185 • Funcionários
9º andar • Sala 901
Belo Horizonte - MG • 30140-100



APOIO

Flora Mangabeiras
Arcelor Mittal
UFMG
Fapemig
CNPQ
CAPES

REALIZAÇÃO

Compós
Faculdade de Comunicação e Artes
PUC Minas

Siga a Compós nas redes sociais