AGORA VOCÊ PODE ESTUDAR EM UMA GRANDE UNIVERSIDADE

A Bolsa Social PUC Minas torna
a maior universidade católica do mundo
mais acessível a pessoas que buscam
por um ensino de qualidade.
Com bolsas de até 60%, os cursos de graduação
ficam mais em conta e o sonho de estudar NA PUC Minas
mais perto de ser realizado.

Como solicitar a bolsa
1ª Etapa
Preenchimento do formulário on-line e agendamento de entrevista
2ª Etapa
Apresentação da documentação na data
agendada para a entrevista.
3ª Etapa
Definição do
percentual de Bolsa
ao fim da entrevista
4ª Etapa
*Realização da matrícula
no curso em que o
candidato foi aprovado
em um dos Processos
Seletivos da PUC Minas.
*Para usufruir o benefício da Bolsa Social, você deve ser aprovado em um dos processos seletivos da Universidade, Processo Seletivo Contínuo 2019, transferência externa ou obtenção de novo título.
Dúvidas Frequentes
A Bolsa Social PUC Minas se destina a qualquer pessoa que não tenha condições de arcar com o valor integral das mensalidades do curso, que tenha concluído, pelo menos, o Ensino Médio e é exclusiva para novos ingressantes. Excepcionalmente para o 2º semestre de 2019, também poderão se inscrever ex-alunos da Universidade que tenham abandonado seus estudos ou cancelado sua matrícula em cursos de graduação há mais de 6 (seis) semestres da inscrição no Programa.
Não. A Bolsa Social PUC Minas é válida somente para alguns cursos de graduação presenciais. A disponibilidade de bolsas será definida conforme cada unidade, curso e turno de oferta da Universidade. Clique aqui para conferir os cursos elegíveis.
A Bolsa Social PUC Minas poderá ser concedida em qualquer percentual até 60% sobre o valor da semestralidade do curso de graduação escolhido pelo candidato.
Não. O percentual de bolsa a ser concedido terá como base a análise socioeconômica, avaliando a renda per capita, calculada a partir da renda bruta do grupo familiar do solicitante, bem como a entrevista com o candidato.
Não. O benefício só é válido para ingressantes que não possuam vínculo de matrícula (atual ou passado) com a Universidade. Excepcionalmente para o 2º semestre de 2019, também poderão se inscrever ex-alunos da Universidade que tenham abandonado seus estudos ou cancelado sua matrícula em cursos de graduação há mais de 6 (seis) semestres da inscrição no Programa.
Não. O candidato somente tomará conhecimento do percentual do benefício após a entrevista.
Não haverá um processo classificatório para concessão das bolsas. Para usufruir o benefício, o candidato deve ser aprovado em um dos processos seletivos da Universidade e matricular-se no mesmo curso/turno/unidade para o qual solicitou a bolsa.
O candidato deverá efetuar o agendamento da entrevista pelo próprio sistema de inscrição, após o preenchimento do formulário.
Sim. A Bolsa Social PUC Minas também é válida para transferência externa.
A solicitação e/ou aprovação da Bolsa Social não garante o ingresso do candidato à PUC Minas. É preciso que ele se submeta a um dos processos seletivos de graduação presencial da Universidade, que acontecem de maneira isolada: Vestibular (seleção por provas ou pela nota do Enem), transferência externa ou nova graduação (obtenção de novo título).
Não. O candidato pode solicitar a bolsa antes de se submeter a um dos processos seletivos da Universidade - Vestibular (seleção por provas ou pela nota do Enem), transferência externa e obtenção de novo título. É importante ressaltar que o candidato somente poderá usufruir o benefício após aprovado em um destes processos seletivos. A concessão de bolsa e as formas de ingresso acontecem de maneira isolada.
Apenas os ex-alunos que tenham abandonado seus estudos ou cancelado sua matrícula em cursos de graduação há mais de 6 (seis) semestres da data de inscrição no Programa poderão solicitar o benefício.
Não. Os solicitantes só poderão cursar na unidade, curso e turno para o qual tenham sido pré-selecionados para a bolsa, sendo vetada qualquer forma de transferência com o usufruto desse benefício.
Sim. O trancamento/cancelamento de matrícula, em qualquer momento do curso, implicará automaticamente perda da bolsa de estudos.
Não. O candidato poderá usufruir da bolsa em uma única graduação.
Não. O solicitante não poderá cumular a Bolsa Social com qualquer outro tipo de bolsa existente na Universidade.
  • Documento de Identidade (Candidato e de todos os membros do grupo familiar);
  • Comprovante de endereço (Candidato);
  • Comprovante de renda (Candidato e de todos os membros do grupo familiar).
Observações:
  • Os comprovantes de endereço válidos são: Guia do IPTU, CEMIG ou COPASA;
  • Em caso de Autônomo anexar Decore ou Simples para MEI;
  • Em caso de Produtor Rural anexar ITR;
  • Em caso de Desempregado anexar copia da CTPS onde consta a data de saída.
Para a manutenção da Bolsa, é preciso que o aluno não seja reprovado em mais de 25% das disciplinas cursadas a cada semestre e mantenha o pagamento das mensalidades em dia.
MAIS INFORMAÇÕES PELO (31)3319-4444